quinta-feira, abril 21, 2005

Luz e Verdade

Onde estou?
Onde estás?
Eis que este é o dia,
o teu dia.
Quanto ao meu,
haverá algum?
Ser mais,
ampliar horizontes,
liberdade...
Qual será meu dia?
Será também o teu?
Abdico de existir medíocre,
afastado da tua luz.
Vaidade, vaidade,
não quero vaidade.
A verdade,
sim, a verdade,
a tua Verdade,
a única Verdade.
Nada escapa à tua luz.
Medíocre é o que vê luz na escuridão...

Nenhum comentário: