domingo, janeiro 30, 2005

O Tempo

Olho hoje para trás e sorrio.

O tempo me fez crescer.

As quedas me ensinaram a me levantar quando caio.

A dor me ensinou a ter compaixão.

O silêncio das noites solitárias me fez conhecer as estrelas.

A humildade é algo que se aprende.

Ninguém nasce humilde: torna-se.

Torna-se humilde por se perder.

Quando a gente se perde não mais sabe qualquer coisa.

Não mais quer qualquer coisa.

Torna-se único, genuíno, autêntico, mesmo sem se conhecer.

Só assim se pode aprender:

desaprendendo-se,

desconhecendo-se,

desconstruindo-se,

desfocando-se.

Hoje, o futuro não mais me aterroriza.

(O presente se encarrega disto.)

O passado não mais me entristece.

(O presente torna-o vitória.)

Passei a amar o futuro, o presente e o passado, quando descobri que eles são partes do mesmo tempo.

Nenhum comentário: